Make your own free website on Tripod.com

A História

Inicio
Novidades
Actividades
Treinos
Dojos
Instrutores
Inscrições
O Estilo
Principios
Artigos
A História
Docs. Históricos
Álbum de Fotos
Visitantes
Links

Versão portuguesa da história do shito-ryu que se encontra em shitokai.com. Um agradecimento especial ao "Sensei" Tanzadeh autor original deste artigo.

 

Ryuso Kenwa Mabuni

O fundador (Ryuso) do karate-do Shito-ryu, Kenwa Mabuni nasceu em 14 de Novembro de 1889 em Shuri, Okinawa.

Pertencia a 17ª geração de uns dos mais corajosos guerreiros do reino de Ryukyu - Kenio Oshiro. Kenwa Mabuni era uma criança fraca fisicamente; no entanto, a sua família contava-lhe muitas vezes histórias acerca dos seus antepassados famosos e ele sonhava em se tornar fisicamente forte. Aos 13 anos, Kenwa foi aceite como estudante na escola do famoso mestre de karate-do Anko Itosu, que vivia em Shuri. Kenwa Mabuni treinava todos os dias, mesmo durante tufões, e no espaço de sete anos aprendeu a arte do Shuri-karate ou Shuri-te.


Mestre Mabuni (de pé) com o mestre Anko Itosu (Mestre Funakoshi fundador do Shotokan sentado ao pé do Mestre Itosu).

Mabuni aos 60 anos

Quando Kenwa tinha 20 anos, começou a estudar a arte do Naha-karate ou Naha-te com o grande mestre Kanryo Higaonna. Mais tarde estas importantes correntes do karate-do de Okinawa formaram a base do estilo Shito-ryu karate-do criado por Kenwa Mabuni.

Após terminar o liceu e sido dispensado do exercito, Kenwa Mabuni trabalhou na polícia durante 10 anos. Este trabalho obrigou-o a visitar diferentes partes do país onde teve a oportunidade de estudar outras formas de karate-do com mestres locais pouco conhecidos. Também estudou a antiga arte do Ryokan Budo.


Mabuni com Motubo e Sensei Konishi.

O príncipio do século 20 assistiu a um período de grande difusão do Karate-Do. Em 1910 foi incluido nos programas escolares como uma disciplina separada, o que significou o reconhecimento oficial do Karate-Do. Mas o ensino do Karate-Do ainda carecia de um sistema. A maioria dos mestres prestava muita atenção ao treino fisíco do corpo, pulsos, cotovelos e dedos, usando uma Makiwara e sacos de areia. Não existia um uniforme de karate-do universal, tal como hoje existe.


Mabuni com 61 anos.

Durante esses anos Kenwa Mabuni iniciou a sua actividade docente. Juntamente com o seu mestre, Mabuni criou uma escola de Karate-Do para o estudo desta arte marcial. Em 13 de Fevereiro de 1918 o seu filho mais velho, Kenei, nasceu. No mesmo ano Kenwa Mabuni começou a popularizar o Karate-Do e muitos mestres conhecidos o ajudaram. Organizou reuniões na sua casa, as quais foram frequentada por Gichin Funakoshi, Choju Oshiro, Choshin Chibana, Anbun Tokuda, Shimpan Shiroma, Seicho Tokuumura e Hoko Ishikawa. Além disso, em 1918 teve a honra de demostrar Karate-Do na Escola Preparatória de Okinawa na presença do Príncipe Kuni e do Príncipe Kacho.


Mabuni sentado,G.Funakoshi (esquerda), Soke Kenei Mabuni (direita) com 13 anos de idade.

Em 1924 Kenwa Mabuni tornou-se instrutor de Karate-Do em duas escolas e recebeu a honra de demonstrar a Arte para o Príncipe Titibu.


Mabuni com os seus estudantes na cidade de Osaka.

Em 1925 Kenwa Mabuni, com outros mestres organizaram o "Clube de Karate-Do de Okinawa", que tornou vivo o seu velho sonho de estabelecer um dojo de treino permanente. Muitos lideres famosos de Karate-Do como Juhatsu Kyoda, Chojun Miyagi, C.Motobu, Chomo Hanashiro, Choju Oshiro, Choshin Chibana, Wu Xian Gui(Go Kenki) - o mestre de ken-chinês treinaram neste seu primeiro dojo. Kenwa Mabuni e Chojun Miyagi tornaram-se os instrutores permanentes do clube como membros mais jovens.


Mabuni com Sensei Konishi.

Nesta altura os instrutores concentravam-se no treino fisíco e na prática do kumite. Quando um estudante perguntava ao professor para explicar algo, o professor dava-lhe a oportunidade de o atacar e respondia-lhe demonstrado várias técnicas de defesa. O treino era apenas a prática contínua das mesmas técnicas. Todos os mestres tinham várias técnicas mas o príncipal método de ensino era o mesmo - treinos práticos.


Mabuni com equipamento de Kumite.

O ano de 1927 foi extremamente importante para Kenwa Mabuni. Ele conheceu Jigoro Kano, o fundador do Judo moderno, que chegou a Okinawa para abrir um novo dojo de Judo. Chojun Miyagi e Kenwa Mabuni tiveram a oportunidade de demonstrar e explicar a Jigoro Kano as técnicas do Karate-Do. Jigoro Kano foi inspirado pelo Karate-Do e considerou-o a arte ideal de Budo quer para defesa quer para ataque. Ele falou acerca da necessidade da divulgação do Karate-Do no Japão. Tocado por estas palavras inspiradoras decidiu ir para Osaka e dedicar-se por si próprio ao desenvolvimento e popularização do Shito-ryu Karate-Do no Japão.


Mabuni com Chojun Miyagi na cidade de Naha.

Como o Karate-Do era uma arte originária de Okinawa, Kenwa Mabuni defrontou-se com uma percepção errada do Karate-Do quando foi para Osaka. Lá não havia um dojo de treino público e Kenwa tentou popularizar o Karate-Do nos departamentos da polícia e em templos Budistas. A maioria das pessoas tinham alguma dificuldade em aceitar o Karate-Do, especialmente os Katas que eram frequentemente chamados de "dança de punhos". Kenwa Mabuni trabalhou dias e noites, tentando arranjar maneiras de popularizar o Karate-Do. Ele praticou mesmo Tame shivari - a quebra de tijolos e tábuas, mostrando ao público a força da nova arte marcial. O Karate-Do foi algumas vezes usado durante lutas de rua, o que entrou em contradição com a sua ideologia e reputação. A polícia tentou também opor-se ao Karate-Do desde que houve casos de criminosos feridos durante a sua detenção.


Mabuni desmonstrando Ko uke.

Apesar de todas as dificuldades, Kenwa Mabuni permaneceu no caminho traçado por si. Os seus esforços titânicos finalmente tiveram sucesso, e como resultado a organização chamada Dai-Nihon Karate-Do Kai foi criada em 1931. Subsequentemente esta organização mudou de nome para Nihon Karate-do Kai e tornou-se a antecessora da moderna Shito-kai. Muitos dos membros que participavam na Dai-Nihon Karate-Do Kai eram estudantes directos de Kenwa Mabuni. Hoje eles formam o núcleo da Shito-kai na Federação Japonesa de Karate-Do e continuam a ensinar a arte marcial de Kenwa Mabuni aos seus estudantes.


Sanchin dachi, Kake te.

Após a 2ª Guerra Mundial os clubes de Karate-Do começaram a abrir um após o outro em escolas e universidades. Eles organizaram torneios e organizaram o Campeonato Nacional do Japão. Durante os anos difíceis do pós-guerra, Mabuni ajudou a reconstruir o Japão dedicando-se ao desenvolvimento e difusão do Shito-ryu Karate-Do. Infelizmente ele não teve tempo de trazer os seus planos à realidade pois morreu em 23 de Maio de 1952.


Mabuni demonstrando Ubi Basami.

O Shito-ryu Karate-Do, criado por Kenwa Mabuni, combina as características do karate Shuri do Mestre Itosu e do karate Naha do Mestre Higaonna. O nome Shito-ryu é formado a partir dos primeiros heroglifos do nome destes Mestres ("Ito"- antigo heróglifo chinês "Shi", "Higa" - antigo heróglifo chinês To). Enquanto ensinava os seus estudantes e explicava as diferenças básicas entre as escolas de Itosu e Higaonna, Kenwa Mabuni prestava a maior atenção aos Katas. Ele acreditava que os Katas, que combinavam técnicas de ataque e de defesa, eram a parte mais importante do Karate-Do, e que era necessário entender o significado de cada movimento do Kata e executá-lo correctamente. Kenwa Mabuni foi o primeiro a introduzir o conceito do Bunkai Kumite e do Hokei Kumite, que demonstram o propósito e mostram o uso correcto de cada Kata. O resultado final do treino apropriado do Kata e Kumite é a possibilidade de aplicar as técnicas de karate-do no Kumite livre. A prática dos Katas também ajuda a transmitir os conhecimentos codificados no Kata para a geração seguinte. O Shito-ryu Karate-Do, ao contrário de outros estilos de Karate-Do, têm muitos mais Katas.


Mestre Mabuni demonstrando o Kata Seipai.

Mabuni demonstrando um Kata.

De acordo com Kenwa Mabuni o estudante, ignorando Kata e praticando apenas Kumite, nunca irá progredir no Karate-Do e nunca irá entender o seu significado.

O Centro da Nihon Karate-do Kai era a área de Kansai. Devido aos esforços de Manzo Iwata (um dos melhores estudantes de Kenwa Mabuni e futuro presidente da Federação Japonesa de Shito-kai Karate-do) a secção oriental, sediada em Tóquio, foi organizada em Novembro de 1960. No mesmo ano o filho do fundador, Kenei Mabuni organizou a secção ocidental sediada em Osaka. Ambos os clubes organizaram compeonatos independentes até 1964, quando o primeiro campeonato conjunto de Shito-Kai Karate-Do teve lugar. Em Outubro do mesmo ano a Federação Japonesa de Karate-Do foi formada. Em Fevereiro de 1973 as secções oriental e ocidental da Nihon Karate-Do uniram-se, conduzindo à formação da Federação Japonesa de Karate-Do Shito-Kai.

A escola de Karate-Do Shito-Kai começou a sua actividade internacional. Mestres de Karate-Do foram enviados para a Asia, América Latina, E.U.A. e Europa. Os representantes oficiais dos diferentes países juntaram-se na ciadade do México em Novembro de 1990 para discutir o desenvolvimento do Karate-Do no mundo e a criação da Federação Internacional de Karate-Do Shito-ryu. O mesmo assunto foi também discutido em Havana durante o primeiro Campeonato Pan-Americano de Karate-Do Shito-Kai. E finalmente, em 13 Março de 1993, a Federação Mundial de Karate-Do Shito-Ryu, com sede em Toquio foi estabelecida, com Manzo Iwata como presidente. Representantes oficiais de 28 países participaram no primeiro Campeonato Mundial de Karate-Do Shito-Ryu.


Mestre Mabuni, Kata Sanchin.

 

Para questões ou comentários sobre este site envie mail para kunshi_no_ken@yahoo.com
Autores: João Colaço & Mário Magalhães