Make your own free website on Tripod.com

Carta de Bushi Matsumura

Inicio
Novidades
Actividades
Treinos
Dojos
Instrutores
Inscrições
O Estilo
Principios
Artigos
A História
Docs. Históricos
Álbum de Fotos
Visitantes
Links

A carta de Matsumura acerca das Artes Marcais:

Sokon “Bushi” Matsumura
(1809 – 1901)

Só poderás entender a verdadeira via das artes marciais através de determinação e treino intensivo. É bastante interessante notar que as artes marciais e os métodos de estudo académico têm paralelo a nível fundamental.

Quando examinamos os métodos de estudo académico encontramos três elementos ou métodos distintos:

O primeiro método é o estudo de palavras poderosas, habilidades necessárias para a comunicação e a busca de cargos bem remunerados.

O segundo método é o estudo comparativo da sabedoria da literatura tradicional e assim a introdução de um sentido de dever pelo exemplo.

Apesar do facto destes dois métodos serem únicos, eles não são o suficiente na compreensão da verdadeira essência da via. Eles abrangem apenas uma compreensão superficial dos estudos académicos, devendo ser vistos como incompletos.

O terceiro método de estudo académico é completo. Ao compreender o terceiro método podemos entender a verdadeira via. Algumas das coisas que ele nos ensina a fazer são as seguintes:

1. Ganhar uma compreensão mais profunda;

2. Ganhar força através das nossas fraquezas;

3. Tornar-se mais sincero;

4. Tornar-se mais justo;

5. Controlar melhor as nossas emoções;

6. Ter mais paz nas nossas casas.

 

Esta é uma doutrina que pode ser aplicada não apenas ao nosso país mas também a todo o mundo. Sendo assim, apenas este estudo é o completo.

Se investigarmos as artes marciais, verificamos também que existem três divisões ou elementos distintos nestas:

O primeiro método, ou divisão, é mais como um jogo de psicologia e táctica. Ele, de facto, não tem aplicação prática na luta sendo mais como uma bela dança. É bastante superficial.

O segundo método não é mais que exercícios físicos. O seu único objectivo é ganhar. Neste não existe virtude. Os praticantes deste método são contenciosos. Muitas vezes eles trazem o sofrimento para os outros e para si próprio. Muitas vezes causam a desonra para os membros da família.

O terceiro método, em contraste, é sempre executado com convicção. Os praticantes deste terceiro método ganham uma revelação solene, sem conflitos nem depravações. Ele promove a lealdade entre a família, amigos e ao país. Ele também promove um comportamento natural o qual desenvolve um carácter cortês.

Se tiveres uma calma inconquistável podes superar o inimigo sem a força com a ferocidade de um tigre e a rapidez de uma ave.

Algumas características deste terceiro método:

1. Ele proíbe a violência intencional;

2. Ele rege as acções do guerreiro;

3. Ele edifica;

4. Ele promove a virtude;

5. Ele promove a paz entre as pessoas;

6. Ele produz harmonia na sociedade;

7. Ele traz prosperidade.

Estas são chamadas “As Sete Virtudes das Artes Marciais”. Elas são ensinadas por homens sábios e estão contidas num livro chamado Godan-sho.

Assim, a verdadeira via das artes marciais tem mais de um elemento contido nela. O homem sábio não necessita do primeiro e segundo métodos. Todas as necessidades são o terceiro método. Neste método, vais encontrar a verdadeira via.

Esta força inconquistável vai influenciar profundamente os teus juízos para reconhecer as oportunidades e em tomar uma acção apropriada. As circunstâncias vão sempre determinar qual a abordagem mais correcta que se dever ter.

Pode parecer que não tenho respeito pelos outros dois métodos de luta, mas a minha convicção está profundamente enraizada na doutrina do terceiro método. Revelei as minhas palavras para ti. Não existe mais nada secreto ou escondido na minha mente, nada mais oculto. Se aceitares e seguires as minhas palavras, vais encontrar a verdadeira via.

 

Assinado:

Bushi Matsumura, 13 Maio, 1882

Para:

O meu sábio e jovem irmão, Kuwae Ryosei

voltar atrás

 

Para questões ou comentários sobre este site envie mail para kunshi_no_ken@yahoo.com
Autores: João Colaço & Mário Magalhães